Expansão da moda plus size no comércio atacadista

No Brasil, o mercado da moda plus size atraiu mais investimentos de lojistas nos últimos dois anos. Para incentivar o desenvolvimento do segmento, o blogueiro e modelo Otávio Janecke criou a campanha #comprariamasnaotem. Entenda mais

Por Marília Alencar
Fotos: Divulgação / Umen – Instagram / Pixabay

O mercado de roupas plus size cresce, em média, 10% ao ano. Mas, ao contrário do que muitos podem imaginar, ainda faltam opções para o público. Quem busca se vestir bem, mesmo acima do peso, enfrenta dificuldades diárias para encontrar peças comuns ao guarda-roupa de qualquer pessoa, como camisas, ternos, jaquetas e cardigãs com corte e numeração adequados.

De acordo com pesquisa realizada pelo IEMI – Inteligência de Mercado, os números correspondentes a 2015 e 2016 mostram que, no Brasil, a produção de vestuário plus size feminino cresceu 2,9%, enquanto o vestuário adulto em geral teve queda 1,3%. Para 2017, o IEMI estima um crescimento de cerca de 8,2% no segmento plus size, com destaque para o setor feminino. Em contrapartida, o vestuário adulto estima um aumento de produção de 4,7%. Atualmente, o país conta com 19.439 empresas que produzem moda feminina e 30,4% delas já estão inseridas no segmento plus size.

Blogueiro transforma frustração em campanha online

A vida e o corpo do influenciador digital Otávio Janecke não se encaixava no padrão de beleza imposto pela indústria da moda. Em luta constante com a balança, ele assumiu o próprio corpo após receber um convite para posar como modelo em uma campanha de produtos voltados ao segmento plus size. Hoje, Janecke atua como modelo para marcas brasileiras de moda masculina plus size e inspira outros homens a se aceitarem como são.

Foi vivenciando situações negativas e, muitas vezes, traumáticas, que o modelo resolveu agir e lançar a #comprariamasnaotem. A campanha online busca conscientizar, principalmente, grandes redes de departamento quanto à inexistência de roupas para os consumidores gordos no mix disponível nas lojas brasileiras. “Não quero entrar na onda do mimimi, mas, sim, chamar a atenção para o volume de negócios que estão sendo perdidos, simplesmente, porque não encontramos o produto no nosso tamanho”, explica Otávio. Para colaborar com a campanha, basta publicar uma foto de um produto e incluir a #comprariamasnaotem.

Otavio Janecke

Otavio Janecke

Moda plus size para homens

No último dia 27, a capital de São Paulo (SP) sediou a 16ª edição do Fashion Weekend Plus Size – FWPS, principal evento de moda GG. O evento contou com um salão de negócios, desfiles e palestras para lojistas sobre áreas específicas do segmento.

Uma das marcas a desfilar na FWPS, a Umen optou por trabalhar com o mercado plus size masculino, há 6 anos. A loja atacadista busca atender homens que gostam de ter estilo e personalidade, independente do peso ou tamanho. “Temos em mente uma proposta fast-fashion, onde nossos clientes têm novidade diariamente, produtos de alta qualidade e diferenciados. Temos diversos modelo, para situações e ocasiões diferentes”, afirma Stephani Varella, fashion designer da Umen.

Atualmente, a empresa trabalha com peças em tamanhos maiores, incluindo o G2, G3 e G4. “Estamos finalizando a modelagem para o G5 que, em breve, estará em nossas lojas”, explica Stephani.

Encontro de moda para noivas plus size

A moda plus size tem um enorme potencial, mas os desafios ainda são grandes. Um dos nichos mais carentes é o de noiva. Para fomentar o desenvolvimento do mercado de forma criativa e com qualidade, a Associação Brasil Plus Size irá realizar, no dia 31 de agosto, o Painel Moda Noiva Plus Size. O evento será promovido para empresários e público em geral como uma roda de conversa com os principais estilistas da área. O tema principal será os vestidos de noiva plus size, desafios do segmento, carências e novidades.

marriage-2527490_960_720

Serviço: 

Talk ABPS – Painel Moda Noiva Plus Size
Data: 31 de agosto de2017
Horário: 19h
Local: Escola Senai Francisco Matarazzo – São Paulo
Mais informações: agenciasales@gmail.com  

 

Comentários

comentários

Você pode gostar...